Encontro com Costanza Pascolato

Nesta quarta-feira (12) tive o prazer de conhecer, e saber mais um pouco mais sobre a vida, do ícone da moda: Costanza Pascolato.

1653623_599074813504405_1743237461_n

(esperando para conseguir o autógrafo da Costanza)

Super simpática, engraçada e com uma platéia lotada para assisti-la nos contou sua trajetória na indústria têxtil do pai, como consultora de moda na revista Claudia, assinou uma coluna de moda no jornal Folha de São Paulo, depois se integrou na equipe da revista Vogue e, atualmente, é empresária (que currículo inspirador)!

1796441_599074433504443_360076908_n

Costanza é conhecida como autoridade da moda aqui no Brasil.

Os conselhos dela são importantes, não só para quem vive este universo da moda, mas para todas as pessoas em geral:

“Eu não invado o espaço do outro, porque esta é uma agressão e falta de educação. A coisa do não invadir o espaço do outro e tentar ocupar o próprio espaço. Permaneçam vocês mesmos.”

Houve dicas para os estudantes de moda, o que foi útil para inspirações:

“O estilo, a gente sabe hoje, é tudo repescado de outras épocas com uma interpretação dentro do desejo do comportamento de hoje.”

“A moda nada mais é do que a representação de um comportamento social em determinado momento, é o retrato no espelho, tudo o que vocês pensam, tudo o que vocês fazem (…) a questão do comportamento é retrato de uma cultura.”

” O momento contemporâneo é o mais difícil, porque vocês precisam de muito mais estudo, informação, se localizar naquilo que vocês acham que tem tendência para fazer e lembre-se que existem muitos novos nichos a serem desvendados, em qualquer profissão.”

Costanza fez a platéia rir várias vezes com sua espontaneidade:

“Homens quando passam dos 40 têm mais dificuldade em se vestir, então eles ficam cada vez piores e as mulheres cada vez melhores porque elas não querem parecer velhas. Bom, eu não vou criticar porque casei três vezes e meia.”

12420_589058247848819_1839747381_n

Foi um prazer enorme conhecê-la.

cropped-maysa-cc3b3pia1

Um comentário

Deixe um comentário